Do UOL, em São Paulo

06/11/2014 19h17

Três super-ímãs foram colocados no relógio de medição do consumo de água em um prédio residencial de 20 andares na região da República, no centro de São Paulo. Os ímãs foram instalados para fraudar o medidor de modo a registrar consumo inferior ao real.

O local da fraude é condomínio edifício Constância, conhecido como “Redondo”, que fica na avenida Ipiranga. A irregularidade foi descoberta na manhã desta quinta-feira (6) por investigadores do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), que foram avisados pela Sabesp.

O três super-ímãs, que travavam o mecanismo do hidrômetro que conta a passagem da água, foram apreendidos. O porteiro do edifício e uma funcionária da administração prestaram depoimento à Polícia Civil.

Segundo o delegado Wagner Carrasco, do Deic, foi aberto um inquérito para apurar o crime. “O local foi periciado, mas ainda não identificamos o responsável pela fraude”, disse o delegado. O síndico do prédio, que não estava no local, deverá ser convocado a depor.

A reportagem está tentando localizar representantes do edifício.

Extraído de https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/11/06/predio-no-centro-de-sp-usa-super-imas-para-fraudar-consumo-de-agua.htm