Companhia diz que cano da rede foi desviado do relógio que mede consumo.
Estabelecimento nega irregularidade e diz que tem poço artesiano próprio.

Extraído de: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/10/padaria-em-pinheiros-e-suspeita-de-furtar-agua-da-sabesp.html